Jorge Amado - Uma Cortina Que Se Abre - Rui Nascimento

Jorge Amado - Uma Cortina Que Se Abre - Rui Nascimento



R$ 23.88

Produto Usado
Disponível: 1
Vendedor: PHILIPOFFENBACH
Localização: Diadema - São Paulo



47 PONTOS USUÁRIO DESDE 2016




Ir à loja





Atenção: O ventro.com.br não faz cotação/vende/comercializa nenhum dos produtos aqui anunciados e não disponibiliza dados pessoais de vendedores/compradores, apenas limita-se a redirecionar os interessados aos anúncios já publicados pelos respectivos vendedores no Mercado Livre, todos os dados aqui exibidos são importados automaticamente do mercado livre. caso encontre algo em desacordo com a lei e contra as regras do Mercado Livre neste anúncio você pode realizar uma denúncia clicando em "Faça uma denúncia" no canto superior direito.






Descrição





Nota A presente obra encontra-se em bom estado de conservação, contém, apenas, uma marcação a caneta na primeira página e um amassado na contracapa. Conservação da Capa: Bom Estado Conservação do Miolo: Bom Estado Biografia de uma fase trepidante da mocidade de Jorge Amado, quando foi confinado numa pequena cidade pela polícia política do Governo Vargas. A obra abrange - a influência de Estância, terra de seu pai, que o acolheu nessa fase agitada de sua vida. Prefaciado pela filha, Paloma Amado, a obra "Jorge Amado - Uma cortina que se abre" (de 350 páginas, Editora Ipiranga) descreve o "exílio político" do escritor em Estância (SE). Nessa época, impedido de lutar por seus ideais, se distraía promovendo inúmeros eventos culturais. Criou uma biblioteca, escreveu parte de Capitães de Areia e concluiu Mar Morto. Na bagagem de volta trouxe inesquecíveis personagens que povoaram alguns de seus livros, como Gabriela, Tereza Batista e Tieta do Agreste. Como muitos intelectuais e artistas surgidos na década de 30, Jorge Amado foi um produto típico daquela época de efervescência política. Fez parte do movimento literário pós-modernista, conhecido como o Romance de 30, no qual foi uma de suas maiores expressões. Engajado na luta partidária sota, foi levado várias vezes à prisão. O autor Rui Nascimento, 75 anos, é amigo da família Amado. Seu pai foi dono de uma famosa livraria em Estância, na época em que se passa a história, e virou personagem de duas conhecidas obras: Gabriela e Tereza Batista. Coleção: Casa de Palavras Autor: Rui Nascimento Ano: 2007 Editora: Fundação Casa de Jorge Amado Acabamento: Brochura Número de Páginas: 350 Formato: 17 x 24 Idioma: Português Coleção: Casa de Palavras







Ir à loja



Perguntas ao vendedor














Go to Top
Pesquisa melhorada para o Mercado Livre
Termos e Condições - Política de Privacidade - Sobre - Contato